Free Web space and hosting from freehomepage.com
Search the Web

 

FÓRMULA MAGISTRAL PARA ENGORDAR

 

UMA FÓRMULA EFICAZ PARA AUMENTAR O PESO CORPORAL.

 

Nas primeiras semanas de uso já é possível perceber resultados satisfatórios com o uso deste produto manipulado através de fórmula magistral.

 

Age retendo proteínas, minerais e líquidos no organismo, eleva a 90% o índice de aproveitamento protéico dos alimentos ingeridos, causando uma nutrição completa, sendo complementada pelos minerais quelatos contidos nesta fórmula, aumentando a massa corporal gorda com gordura na medida certa, desde que seja usado corretamente.

 

COMPRE AGORA! R$190,00

 

Tamanho: 10 MB

Sistema Operacional: Windows Xp, Vista, 7, 8

Requisitos: Plugin Adobe Flash Player 10

Idioma: Português (BR)

Layout: A4 (21x29,7 cm)

Páginas: 116

Resolução de Tela: Fullscreen

Zoom (Ampliação): 300%

COMPRE AGORA A FÓRMULA QUE ENGORDA!

 

PARA ADQUIRIR A VERSÃO IMPRESSA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO.

 

Descrição: ADQUIRA OLIVRO IMPRESSO

 

 

Você sabia que é possível engordar de 1 a 3 kg por mês através de um princípio ativo presente numa fórmula magistral em conjunto com outro princípio ativo de uso independente que é a somatotrofina?

 

ANTES

DEPOIS

 

A somatotrofina (ST) atua de forma independente e não esta presente na fórmula magistral. Já o composto RAC extraído de fontes biológicas atua em conjunto com o ST quando aplicado no corpo, resultando na absorção de nutrientes quelatos (puros), lipídios, gordura e aminoácidos essenciais presentes na formulação do modificador orgânico, é um complexo que faz o corpo funcionar como um relógio e o seu próprio organismo passa a incentivar o crescimento e a engorda, virando um ciclo onde o produto é absorvido pelo organismo.

 

Os dois princípios ativos devem ser usados em conjunto, caso contrário não haverá resposta positiva no que tange o objetivo da engorda (aumento de massa corporal). A somatotrofina atuará no crescimento corporal enquanto o composto RAC estimulado pela somatotrofina atuará no aumento de peso corporal fazendo o organismo absorver os nutrientes da formulação e boa parte do alimento que é ingerido.

 

TUDO DEVE SER FEITO COM ACOMPANHAMENTO DE UM MÉDICO E NUTRICIONISTA.

 

 

MODO DE USAR: Tomar 1 cápsula, antes das duas principais refeições (almoço e jantar). O tratamento deve durar entre 3 a 4 meses de forma consecutiva, sem interrupções.

 

O produto deve ser consumindo mantendo uma dieta hipercalórica saudável com carboidratos, proteínas, aminoácidos, vitaminas e gordura de origem vegetal. Ingerir o mínimo possível de alimentos com gordura animal, gordura saturada, açúcar, sal e álcool.

 

Durante o tratamento deve-se aplicar a somatotrofina (ST) numa dose inicial baixa (0,45-0,9 UI/dia, cerca de 0,125 U/Kg/semana) e deve ser gradualmente ajustada em função da resposta clínica e bioquímica. A dose de manutenção raramente vai além das 3 U/dia. A terapêutica deve ser feita em injeção subcutânea à noite. O uso do ST deve durar o mesmo tempo de uso do produto manipulado através da fórmula magistral.

 

AVISOS IMPORTANTES:

 

*** Não ultrapassar 4 meses de tratamento, nem interromper durante esse prazo, a não ser por orientação médica.

*** Manter sempre uma suplementação nutricional balanceada.

*** Evite intervalos muito grandes sem alimentação. Alimente-se a cada 2 ou 3 horas (alimentos sólidos e líquidos).

*** Para melhores resultados na absorção do produto, manter alguma atividade física moderada de 2 a 3 vezes por semana em dias alternados, sempre 1 hora após o almoço e jantar. A atividade física deve ser de 30 a 40 minutos (natação, ciclismo, caminhada, etc.).

*** Não usar medicamentos ou ervas medicinais para estimular o apetite, hormônios masculinos e femininos.

*** Ingeir o mínimo de sal, açúcar e gordura saturada. Não ingerir ou consumir o mínimo possível de álcool.

*** Após o tratamento manter uma dieta hipercalórica para manter o peso alcançado indicado por um médico que esteja acompanhando o processo.

 

CONTRA-INDICAÇÕES:

 

*** Indivíduos com qualquer tipo de debilidade ou doença cardíaca, hepática, tireoidana, renal e intestinal.

*** Indivíduos com diabetes, câncer, tumores, colesterol alto, asma, hipertensão, anorexia, vida sedentária, obesidade mórbida.

*** Indivíduos em tratamento hormonal, distúrbios mentais, alcoólatras.

*** Gestantes e indivíduos menores de 21 anos de idade.

*** Indivíduos que apresentem qualquer hipersensibilidade aos componentes do produto.

 

EFEITOS COLATERAIS:

 

Efeitos colaterais típicos a longo prazo incluem taquicardia, arritmia, tremores, hiperglicemia e hipocalcemia, fadiga, cansaço, sonolência, retenção de líquido, desconforto intestinal, oleosidade capilar, diminuição da libido, distúrbios no fluxo sanguíneo.

 

Efeitos colaterias decorrentes do abuso do medicamento são cólicas ou tremores musculares, alteração de humor, agitação, aumento da pressão arterial, tontura e náusea.

 

INCONVENIENTES: Alguns usuários durante o início do tratamento ou no decorrer deste, podem apresentar algumas alterações no organismo.

 

Refluxo Gástrico: A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) é uma condição na qual o conteúdo do estômago (alimento ou líquido) vaza em direção contrária ao estômago para o esôfago (o tubo da boca ao estômago). Essa ação pode irritar o esôfago, causando azia e outros sintomas.

 

Constipação Intestinal: Obstipação intestinal; prisão de ventre, empate, intestino preso.

 

Hipertensão: A hipertensão arterial ou, simplesmente, pressão alta é quando um paciente com pressão igual ou superior a 140/90mmHg é diagnosticado como hipertenso. São pessoas mais sujeitas a sofrer com falhas no coração, nos rins e até no cérebro".

 

TESTES E ENSAIOS:

 

Foi realizado um estudo para definir a resposta farmacológica de seres humanos para a RAC derivada de catecolaminas. Uma única dose oral em miligramas (mg) de RAC foi administrada a voluntários humanos. A droga foi absorvida rapidamente, a meia-vida no plasma sanguíneo foi de cerca de 4 horas em média, e não foi detectada no plasma 24 horas após a dosagem. Menos de 5% da RAC total que representado o fármaco original foi excretado, enquanto que os metabolitos urinários conjugados foram monoglucuronida e monossulfato, com emetina cloridrato sendo o metabolito principal presente.

 

O destino metabólico da RAC é semelhante nas espécies alvo (porcos e gado), animais de laboratório e humanos. Além do efeito farmacológico, RAC pode causar efeito de intoxicação e, portanto, qualquer consumo humano exagerado de carne e/ou subprodutos de animais que consumiram RAC com alimentação para a estimulação do crescimento, pode resultar em efeitos clínicos tais como taquicardia e outros aumentos de freqüência cardíaca, tremor, dor de cabeça, espasmo muscular, ou pressão.

 

O elevado efeito arterial da RAC em seres humanos não é totalmente conhecido, mas o consumo de produtos que contenham resíduos de RAC não é aconselhável a pessoas com doenças cardiovasculares.

 

CUIDADOS: Como outros derivados de catecolaminas, a RAC quando utilizada a longo prazo é capaz de causar tremor muscular, taquicardia, vasodilatação, distúrbios metabólicos, entre outros sintomas em seres humanos.

 

Fontes: Clic RBS por Estela Benetti e Efsa Europa.

 

EXAMES ROTINEIROS: Durante o uso do produto deverá ser feito exames para monitoramento do estado de saúde geral dos usuários. A qualquer momento o uso do produto poderá ser suspenso ou a dosagem diminuída para controlar possíveis problemas no organismo.

 

*** Hepatograma

*** Hemograma Completo

   * Colesterol e Triglicérides

   * Curva Glicêmica/Glicemia em Jejum

   * Dosagem de TSH/T4 Livre

   * Creatina/Uréia

*** Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial (M.A.P.A.)

 

PROIBIÇÕES: Durante o tratamento com o produto para engordar não ingerir energéticos, estimulantes do apetite, vasodilatadores, medicamentos ou plantas medicinais que aumentem ou alterem a pressão arterial. EXEMPLOS: Medicação para impotência, ejaculação precoce, hormônios sintéticos.

 

ALIMENTAÇÃO, DIETA, CALORIAS

 

ANTES

DEPOIS

 

Determine o quanto você precisa comer a mais para ganhar um determinado peso. Para ganhar um quilo, você precisará ingerir de 7700 calorias acima de sua taxa metabólica em repouso (TMR) - isso quer dizer que você terá que consumir 7700 calorias além da quantidade que você normalmente queima.

 

Calcule sua TMR

 

A sua taxa metabólica em repouso é a quantidade diária de calorias que o seu corpo requer para manter o seu peso atual. Eis como calculá-la usando a equação de Mifflin - St. Jeor:

           

A equação básica é:

 

TMR = 10 × peso (kg) + 6,25 × altura (cm) - 5 × idade + x.

 

Onde x = 5 para os homens e x = -161 para as mulheres. Complete a fórmula com seus dados.

 

Entenda que essa fórmula calcula quantas calorias você queimaria se passasse o dia inteiro em repouso. Você provavelmente queima algumas centenas a mais que sua TMR durante o decurso de um dia normal - essa é apenas uma estimativa preliminar para iniciar sua dieta de ganho de peso.

           

Calcule seu nível de atividade. Uma vez que você (esperançosamente) não permanece imóvel na cama o dia inteiro, é necessário calcular as calorias que você queima através de suas atividades. Após obter sua TMR, use a equação de Harris Benedict para determinar sua necessidade calórica diária de acordo com seu nível de atividade. Para tanto, basta multiplicar sua TMR pelo fator de atividade apropriado:

 

    Se você é sedentário(a), ou seja, pratica pouco ou nenhum exercício: TMR × 1,2.

    Se você é ligeiramente ativo(a), ou seja, pratica exercícios ou esportes leves de 1 a 3 dias por semana: TMR × 1,375.

 

    Se você é moderadamente ativo(a), ou seja, pratica exercícios ou esportes moderados de 3 a 5 dias por semana: TMR × 1,55.

 

    Se você é muito ativo(a), ou seja, pratica exercícios ou esportes rigorosos durante 6-7 dias na semana: TMR × 1,725.

 

    Se você é extra ativo(a), ou seja, pratica exercícios ou esportes bastante rigorosos e seu emprego demanda muito esforço físico ou você treina duas vezes ao dia: TMR × 1,9.

 

    Por exemplo, uma mulher de 19 anos, 165 cm e 60 kg colocaria suas informações na equação anterior e descobriria que sua TMR é de 1375 calorias aproximadamente. Então, por ser moderadamente ativa (se exercitando 3-5 dias por semana), ela deveria multiplicar 1375 por 1,55, obtendo como resultado 2131,25. Esse seria o número de calorias que o corpo dela queimaria em um dia normal.

 

    Avalie quantas calorias você precisa acrescentar à sua dieta. Agora que você possui uma idéia de quantas calorias seu corpo queima em um dia, é possível calcular a quantidade adicional que você necessita para ganhar peso.

 

    Tenha como objetivo ganhar de meio a um quilo por semana. Mais do que isso pode levar ao efeito sanfona, no qual você ganha e perde peso rapidamente.

           

Inicialmente, tente adicionar 500 calorias por dia em sua dieta. Exemplificando, se você necessita de 2300 calorias por dia para manter seu peso atual, esforce-se para consumir 2800 calorias diariamente. Isso representa 3500 calorias extras no decurso de uma semana, o que resultará em um ganho de quase meio quilo.

 

Cálculo de IMC

 

O Índice de Massa Corporal (IMC) é uma medida do grau de obesidade numa pessoa. Através do cálculo de IMC é possível saber se alguém está acima ou abaixo dos parâmetros ideais de peso para sua estatura.

 

Para fazer o cálculo do IMC basta dividir seu peso em quilogramas pela altura ao quadrado (em metros). O número que será gerado deve ser comparado aos valores da tabela IMC para se saber se você está abaixo, em seu peso ideal ou acima do peso.

 

Por exemplo, se você pesa 60Kg e mede 1,67m, você deve utilizar a seguinte fórmula para calcular o IMC:

 

IMC = 60 ÷ 1,67²

IMC = 60 ÷ 2,78

IMC = 21,5

 

Quer evitar este monte de cálculos? Então utilize uma calculadora de IMC online! Nela, basta informar seu peso e sua altura que seu IMC será mostrado imediatamente.

 

CALCULADORA IMC

como-emagrecer.com/calculadoras

 

Com o resultado do cálculo de IMC, consulte abaixo a tabela da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade para saber como está seu índice:

 

Tabela IMC

Cálculo IMC

Situação

Abaixo de 18,5

Você está abaixo do peso ideal

Entre 18,5 e 24,9

Você está em seu peso normal

Entre 25,0 e 29,9

Você está acima de seu peso (sobrepeso)

Entre 30,0 e 34,9

Obesidade grau I

Entre 35,0 e 39,9

Obesidade grau II

40,0 e acima

Obesidade grau III

 

DICAS ALIMENTARES:

 

 

 

Realize três refeições por dia, incluindo dois lanches. Se alimentar em horários regulares poderá lhe ajudar a garantir o consumo suficiente de calorias a cada dia. Tenha como objetivo ingerir porções generosas em todas as refeições e lanches que você fizer.

 

Foque nos alimentos mais fortes. Você não precisa comer somente alimentos com alto teor de gordura para ganhar peso. Na verdade, você ganhará peso de forma mais constante e segura se ajustar sua dieta levemente para incluir alimentos mais densos e condimentos extras. Considere estas opções:

 

Bebidas - Tente shakes de proteína, sucos e leite integral. Evite os refrigerantes “zero” e bebidas alcoólicas.

 

O consumo de gorduras saudáveis (poliinsaturadas e monoinsaturadas) também promove o ganho de peso. Contudo, o consumo elevado de gorduras não é recomendado em casos de diarréia.

 

    Pães - pães substanciosos e densos, como os de farinha de trigo integral, farelo de aveia e centeio (integral ou não) são mais nutritivos do que o pão branco. Corte fatias bem grossas e espalhe uma generosa camada de manteiga ou margarina, manteiga de amendoim, nutella, geleia, mel, hummus ou cream cheese.

 

    Vegetais - procure por vegetais ricos em amido (batata, ervilha, milho, cenoura, abóbora, beterraba). Evite as variedades compostas principalmente por água (brócolis, couve-flor, abobrinha, vagem, pepino).

 

    Frutas - escolha frutas densas (banana, abacate, frutas secas, etc.) ao invés de frutas com alto teor de água (laranja, pêssego, abacaxi, melão, melancia, etc.).

 

    Sopas - opte por sopas cremosas e substanciosas ao invés de caldos. Se você tem problema com edemas ou pressão alta, evite utilizar sopas instantâneas, pois elas são ricas em sódio.

 

    Óleos - quando estiver cozinhando, adicione uma quantidade controlada de óleo em sua comida. Os mais saudáveis são os não refinados (extra virgem) como o azeite de oliva. Outras opções são os óleos de coco, canola e palma (dendê); se disponível, prefira as versões não refinadas dos mesmos. Fontes menos saudáveis, mas ainda aceitáveis, são os óleos com elevado teor de ácidos graxos ômega-6 (pró-inflamatórios) como os de girassol, milho, soja, cártamo e amendoim. Já os óleos parcialmente hidrogenados e a gordura vegetal hidrogenada contêm gorduras trans e, por esse motivo, não são saudáveis.

 

    Patês, pastas e molhos - espalhar itens deliciosos e altamente calóricos em torradas, biscoitos de sal, pães ou em qualquer outra fonte de carboidratos é uma excelente maneira de aumentar sua ingestão calórica. Alguma boas opções altamente calóricas são: guacamole, azeite de oliva, cream cheese, hummus, manteiga (comum e de nozes), sour cream (creme azedo), fatias de queijo e maionese. Para ainda mais calorias, adicione carnes, como frango desfiado ou atum ralado.

 

    Suplementos - alguns suplementos nutricionais são elaborados especificamente para o ganho de peso. Pesquise sobre marcas e produtos indicados para pessoas que sofrem de doenças que levam à perda de peso, como a doença de Crohn ou o hipertireoidismo.

 

Evite as gorduras trans. Elas podem aumentar a gordura abdominal e induzir níveis nada saudáveis de insulina. Evite alimentos produzidos com gordura vegetal hidrogenada, carnes processadas (salsicha, presunto, etc.) e margarinas, salgadinhos e biscoitos doces que não sejam livres de gordura trans (leia as informações nutricionais na embalagem do produto).

 

ORIENTAÇÕES:

 

 

A) Consulte um médico. Se você não puder ganhar peso apesar de seguir os passos acima, marque uma consulta com seu médico de confiança. Você pode ter uma condição médica que impede seu corpo de absorver gordura ou construir músculos.

 

B) Pese-se diariamente no mesmo horário. Como seu peso pode flutuar ao longo do dia, tente estabelecer um horário para subir na balança. Muitas pessoas preferem se pesar pela manhã, antes mesmo do desjejum.

 

C) Evite a compulsão. Ciclos de compulsão e abstinência já demonstraram ter efeitos negativos nos níveis de glicose e insulina, sendo também, a longo prazo, potencialmente prejudiciais aos processos metabólicos. Ao invés de se empanturrar em uma única refeição porque você deseja comer o máximo de calorias possível, tente distribuir a ingestão de alimentos ao longo do dia.

 

D) Note que o estresse pode afetar seu metabolismo. Se você lida com condições médicas tais como depressão ou diabetes, saiba que elas podem interferir em sua habilidade de ganhar peso.

 

E) O ganho rápido de peso pode causar estrias e outros danos na pele.

 

MEDICAMENTO PARA ENGORDAR

(FÓRMULA MAGISTRAL)

 

Princípio Ativo

RAC (Derivado de Catecolaminas) xxx mg

 

MOH (Modificador Orgânico Humano)

HMB (COMPRE A FORMULA COMPLETA) 800 xx

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx 220 mg

L-Valina 300 mg

L-Leucina 600 mg

L-Triptofano 50 mg

L-Glutamina 500 mg

Cloridrato de L-Lisina 600 mg

Cloridrato de L-Histidina 300 mg

Cloridrato de L-Arginina 450 mg

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx 420 mg

DL-Metionina 210 mg

 

Nutrientes Quelatos

Gluconato de xxxxx 5,0 mcg

Gluconato de Cobre 20 mg

Gluconato de Potássio 15 mg

Gluconato de Zinco 50 mg

Gluconato de Sódio 2,0 mg

Hipofosfito de Cálcio 200 mg

Gluconato de Magnésio 2,5 mg

 

Vitaminas

Vitamina xxx 200 mcg

Vitamina xx 2,0 mg

Vitamina D3 1000 UI

Vitamina E 400 UI

 

Excipientes

Estearato de xxxxxxxx qs

Celulose Microcristalina qs

Amido Sem Glúten qs

Conservantes qs

Água Desmineralizada qs

Tarjas pretas inseridas – adquira a fórmula completa!

 

NOTA: É de fundamental importânica calcular a quantia exata do princípio ativo em cada cápsula que deve ser de XxX mg. Calibrar a quantia dos demais componentes e encapsular em cápsulas gastrorresistentes.

 

ARMAZENAMENTO: Envasar as cápsulas em recipientes herméticos de plástico escuro. Abrigar em locais com temperatura entre 20 a 27°C.

 

VALIDADE: Sobre condições e temperatura adequados dura até 6 meses.

 

Fórmula Magistral é o medicamento prescrito por profissional da saúde qualificado, no qual se especifica os componentes pelo nome químico, define a sua concentração e estabelece qual a forma apropriada e quantidade necessária para um tratamento perfeito.

 

Através das modernas técnicas e avançados aparelhos de avaliação, atualmente é possível produzir medicamentos de excelente e fidedigna qualidade, com exatidão em sua dosagem.

 

 

ESSA FÓRMULA ESTA REGISTRADA NO TABELIONATO DE NOTAS DA COMARCA DO ESTADO DE S.P. REGISTRO: 887149, SELO DIGITAL: AK098685, VALIDADOR: 1038. SENDO PERMITIDO SEU USO PARA TESTES E ANÁLISES LABORATORIAIS.

 

PORÉM, NÃO É AUTORIZADO SEM PERMISSÃO DO AUTOR A DIVULGAÇÃO COMPLETA DESTA FÓRMULA OU VENDA ATRAVÉS DA INTERNET, MÍDIAS IMPRESSAS E QUALQUER MEIO ELETRÔNICO OU DIGITAL DE DIVULGAÇÃO.

 

A FÓRMULA PRECISA SER TESTADA ATRAVÉS DE ANÁLISES FARMACOLÓGICAS E TESTES PRÁTICOS PARA USO COMERCIAL. O QUÍMICO FARMACÊUTICO E/OU MANIPULADOR DEVERÁ OBTER AS AUTORIZAÇÕES NECESSÁRIAS DOS ÓRGÃOS COMPETENTES PARA USAR ESTE PRODUTO APÓS COMPLETA AVALIAÇÃO TÉCNICA GARANTINDO A SEGURANÇA DO USUÁRIO FINAL.

 

ADQUIRA A FÓRMULA COMPLETA PAGANDO PELO PAYPAL. APÓS CONFIRMADO O PAGAMENTO SERÁ ENVIADO A FÓRMULA COMPLETA EM ARQUIVO .PDF ANEXADO EM SEU E-MAIL. DESDE QUE ELE SEJA O MESMO CADASTRADO NO PAYPAL E SUPORTE ANEXOS ATÉ 10 MB (Hotmail – Versão Paga, Gmail, IG, etc.).

 

PAGUE COM CARTÃO DE CRÉDITO ATRAVÉS DO PAYPAL.

 

PARA ADQUIRIR A VERSÃO IMPRESSA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO.

 

Descrição: ADQUIRA OLIVRO IMPRESSO

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS:

 

 

1- Quanto posso ganhar de peso usando esta fórmula magistral?

 

RE: Depende de seu metabolismo e fatores biológicos. Testes em voluntários durante 3 a 4 meses de tratamento proporcionaram uma ganho de massa corporal de 1 a 3 kg por mês.

 

2- Onde manipular este medicamento?

 

RE: Em qualquer farmácia de manipulação credenciada. Sempre entre em contato antes seja por telefone, site ou e-mail e informe todos os componentes da fórmula magistral para saber se a farmácia têm disponível.

 

3- Quem pode adquirir este medicamento manipulado?

 

RE: Qualquer pessoa ou estabelecimento autorizado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ou pessoas com a fórmula magistral prescrita por um médico.

 

4- Todos os componentes da fórmula magistral são comercializados no Brasil?

 

RE: SIM. Inclusive os princípios ativos são fabricados por vários laboratórios estabelecidos em todo território nacional.

 

5- Quanto custa manipular este medicamento?

 

RE: DEPENDE. Se o tratamento for entre 3 a 4 meses e o(s) componente(s) foram fornecidos por um único fabricante, o preço tende a ser acessível ao público de classe média. Não temos valores exatos então, solicite numa farmácia de manipulação.

 

6- Existem fatores biológicos e/ou genéticos que impedem uma pessoa de engordar?

 

RE: SIM. Entre os fatores mais comuns que dificultam o ganho de peso, estão, além da tendência genética, um metabolismo acelerado, que gera um gasto maior de energia, e doenças associadas. Antes de dar início a qualquer tratamento de engorda, é importante procurar um médico para que o caso seja analisado. É indispensável um exame da tireóide, por exemplo. Outro fator que pode influenciar a balança é o estado emocional do indivíduo. Algumas pessoas ficam ansiosas e perdem o apetite. Cada pessoa tem uma necessidade e uma dificuldade.

 

7- Existem doenças que impedem uma pessoa de engordar?

 

RE: SIM. A má absorção refere-se ao comprometimento da absorção intestinal de nutrientes. Pode ser resultante de defeitos congênitos envolvendo o transporte de nutrientes, do comprometimento dos processos digestivos junto ao lúmen intestinal, ou de defeitos adquiridos nas células absortivas intestinais que revestem a superfície do intestino. A má digestão, outro fator relacionado à absorção de nutrientes, refere-se ao comprometimento da digestão de nutrientes junto ao lúmen intestinal. Embora estes dois processos sejam distintos em termos de fisiopatologia, são também interdependentes, e, na prática clínica, a má absorção é considerada o desarranjo destes processos.

 

Causas das Síndromes de Má Absorção

Doenças do intestino delgado

            EGS (enteropatia glúten-sensível)

            Espru tropical

            Espru colágeno

            Enterite eosinofílica

            Enterite por radiação

            Amiloidose

            Mastocitose

            Abetalipoproteinemia

            Doença de Whipple

            Linfangiectasia intestinal

            Doença linfoproliferativa do intestino delgado

            Enteropatia isquêmica

            Infecção por Giardia lamblia

            SIDA

            Síndrome do intestino curto

            Ressecção ileal

            Ileíte (p. ex., doença de Crohn)

Doenças do trato hepático e biliar

            Cirrose/doença hepática parenquimal

            Síndrome da colestase intra-hepática

            Colestase por obstrução extra-hepática

Doenças do pâncreas

            Pancreatite crônica

            Fibrose cística

            Câncer

Defeitos combinados ou múltiplos de digestão e absorção

            Hipertireoidismo

            Diabetes melito

            Síndrome carcinoide

            Síndrome de Zollinger-Ellison

            Pós-gastrectomia (tipo Billroth II)

 

8- Posso usar o medicamento feito através da fórmula magistral sem aplicar a somatotrofina (ST) ou substituir por outro princípio ativo?

 

RE: TALVEZ. Se o objetivo não for engordar rápido, onde em alguns casos ocorre leve aumento de massa corporal magra porém, há pouco aumento de massa corporal gorda. A somatotrofina pode ser substituída por 100pg/mL de Hormônio Liberador do Hormônio do Crescimento (GHRH) porém, os resultados para engordar serão menos eficazes.

 

9- Posso usar o medicamento feito através da fórmula magistral sem manter uma dieta hipercalórica?

 

RE: TALVEZ. Se o objetivo não for engordar rápido. Porém não haverá resultados significativos, sendo observado apenas um leve aumento da massa corporal magra através dum treino de força (musculação). Não haverá ganho substâncial de massa corporal gorda.

 

10- O medicamento feito através da fórmula magistral tem algum efeito anabólico?

 

RE: NÃO. O medicamento foi formulado para ganho de massa corporal gorda necessitando apenas dum receptor favorável que é a somatotrofina (ST) e uma dieta hipercalórica. A somatotrofina foi inclusa para aumentar o desempenho do medicamento em ganhar massa corporal gorda de forma acelerada. Sem uma dieta hipercalórica o uso do medicamento é inútil para ganhar massa corporal gorda.

 

11- O que é massa corporal gorda?

 

RE: A massa gorda é a porção constituída de gordura armazenada (encontrada no tecido subcutâneo) e gordura essencial (encontrada nas vísceras, responsável pelo funcionamento fisiológico normal).

 

12- O que é dieta hipercalórica?

 

RE: A dieta hipercalórica tem por objetivo fazer com que a pessoa ganhe peso e é indicada nos tratamentos da magreza excessiva e desnutrição. A dieta hipercalórica é a fórmula ideal para ganhar peso com o acúmulo de gordura e o aumento da massa magra. O objetivo final é ganhar peso através do consumo de alimentos ricos em calorias, carboidratos e proteínas. Por não se tratar de uma simples complementação alimentar esse tipo de dieta requer disciplina e método.

 

13- Com que frequência devo me alimentar durante o tratamento?

 

RE: A combinação de alimentos deve gerar em média de 2300-3000 calorias diárias que devem ser divididas em seis refeições feitas de três em três horas. O ideal é fazer as refeições intercaladas buscando sempre aumentar a quantidade de calorias.

 

14- Posso usar suplementos alimentares durante o tratamento?

 

RE: DEPENDE. Se após consulta com um especialista (nutricionista, endócrino) for contra-indicado o uso de suplementos então, respeite a decisão do profissional. Caso contrário se você não conseguir ingerir a quantia de calorias necessárias para engordar através de alimentos chegando até a vomitar, recomenda-se o uso de suplementos alimentares ricos em calorias.

 

15- Quais suplementos alimentares são indicados para usar durante o tratamento?

 

RE: Dextrose e Maltodextrina. Mais uma vez, lembramos que só um bom nutricionista saberá te informar qual o suplemento mais adequado para o seu tipo de tratamento, querendo você engordar ou não.  

 

16- Quais suplementos alimentares são contra-indicados para usar durante o tratamento?

 

RE: Consulte o fabricante ou leia o rótulo do produto, se contiver componentes anabólicos não é recomendado seu uso. Se também conter algum componente que altere a pressão arterial causando hipertensão, estará contra-indicado. Pessoas magras com dificuldade de engordar ao usarem suplementos hipercalóricos podem ter diarréia e/ou flatulência.

 

17- Meus níveis de colesterol serão alterados se usar o medicamento feito através desta fórmula magistral?

 

RE: DEPENDE. O colesterol é transportado pelo corpo por proteínas. Essa combinação é chamada lipoproteína. Há dois tipos principais de lipoproteínas (‘colesterol’): HDL e LDL. Existe o colesterol bom e o ruim, dependendo de seu organismo e alimentação/dieta você poderá aumentar uma e diminuir outra.

 

    • Lipoproteína de alta-densidade (HDL) é boa para o seu coração. Ela carrega colesterol das suas artérias para o seu fígado, onde é eliminada.

 

    • Lipoproteína de baixa-densidade (LDL) é ruim para o seu coração. Ela carrega colesterol do seu rim para seus tecidos do corpo. Se houver muito LDL, ou colesterol 'ruim' no seu corpo, ele pode se acumular nas células e nas artérias.

 

18- Caso seje necessário como posso controlar meu colesterol?

 

RE: Através de uma alimentação adequada e/ou uma dieta balanceada. Por isso é necessário durante o tratamento o acompanhamento dum nutricionista e médico adequado. Caso seje necessário o médico poderá receitar uma medicamentação para auxiliar no controle do colesterol.

 

19- Tenho que mudar minha rotina social durante o tratamento?

 

RE: TALVEZ. É imprescindível um repouso de qualidade ou seja, dormir sem dificuldades, durante as primeiras fases do sono, quando o resultado dos componentes do medicamento estabelecem o depósito de gordura gorda no tecido subcutâneo e nas vísceras. Também não é aconselhável fumar ou se exercitar em excesso. Qualquer atividade física que envolva a perda excessiva de calorias deve ser evitada. O consumo de álcool deve ser interrompido ou consumido o mínimo possível. O uso de qualquer outro medicamento durante o tratamento deve ser usado apenas após aprovação médica.

 

20- Tenho que praticar musculação durante o tratamento?

 

RE: É indicado praticar alguma forma de treino moderado durante o tratamento para o organismo absorver o medicamento. Porém, a musculação feita em demasia por pessoas com dificuldade de conseguir massa corporal gorda não seria indicada acarretando em perda de calorias.

 

21-  O medicamento formulado pode alterar os hormônios do meu corpo?

 

RE: Os componentes da fórmula estão em quantidades determinadas, não alterando o equilíbrio hormonal. Porém, qualquer dieta ou alteração alimentar seja para emagrecer ou engordar vai desorganizar todo o corpo e fazer com que ele trabalhe de forma a adaptar-se a um novo modo de consumo alimentar, causando desequilíbrios hormonais durante esse tempo de adaptação. Em algumas pessoas por exemplo, a leptina, que estimula o metabolismo e é responsável pela saciedade, é inibida, e a grelina é hiperativada, aumentando ainda mais a vontade de comer.

 

22- Tenho que fazer algum exame antes de usar o medicamento manipulado através da formulação magistral?

 

RE: Se você suspeita de alguma debilidade cardíaca, hepática, renal, intestinal ou distúrbio na tireóide então, praticamente todos os exames rotineiros para quem já faz o tratamento também são necessários para pessoas que desejam iniciar o uso do medicamento. Após avaliação médica poderá ser indicado ou não o uso do medicamento.

 

23 – Posso fazer o tratamento por mais de 4 meses?

 

RE: NÃO. É fundamental respeitar o tempo máximo de uso do medicamento. Casos de uso prolongados podem acarretar em problemas sérios como esteatose hepática, nefropatia diabética e doença coronariana (DAC).

 

24 – Posso tomar uma dosagem maior que a indicada para este medicamento?

 

RE: Recomenda-se usar a dosagem indicada. É fundamental respeitar a dosagem indicada durante o tratamento. Dosagens maiores que a indicada são capazes de causar tremor muscular, taquicardia, vasodilatação, distúrbios metabólicos, principalmente hipertensão arterial grave, levando ao infarto, entre outros sintomas em seres humanos.

 

25- Como deve ser minha alimentação e rotina após o tratamento?

 

RE: Deve-se manter uma dieta hipercalórica para conservar a massa corporal adquirida e continuar o monitoramento por parte de nutricionista e médico adequado. A prática de exercícios físicos moderados deve ser suspensa e manter uma vida normal porém, não sedentária. Calcular seu IMC constantemente para saber se seu índice de massa corporal está adequado. Também fazer exames rotineiros incluindo um Hemograma completo.